AO SERVIÇO DAS ARTES PLÁSTICAS PARA DIVULGAÇÃO DA VIDA E OBRA DOS AUTORES E DE EVENTOS * GALERIA VIEIRA PORTUENSE * Largo dos Lóios, 50 4050-338 PORTO * (00351)222005156 * info@galeriavieiraportuense.com * www.galeriavieiraportuense.com

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Actores Urbanos no CAE em Sever do Vouga



Convite - Actores Urbanos no CAE em Sever do Vouga
Inauguração a 31/Out - 18:30 Centro de Artes do Espectáculo.

FrAn LaREo

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

UM OLHAR PORTUGUÊS



JOSÉ PROJECTO

ABETARDA
acrílico sobre tela
obra exposta na GALERIA VIEIRA PORTUENSE

NOVA OBRA EM PROJECTO




ÁGUIA DE ASA REDONDA


(clique para aumentar)





JOSÉ PROJECTO
PINTOR
BIOGRAFIA
Nasceu em Évora/Portugal a 17 de Março de 1962.
Desde muito cedo manifestou a sua motivação por representar e pintar o que o rodeava, sentindo uma
inclinação especial pela 9ªarte. Começou por ilustrar fanzines e pequenas histórias de Banda
Desenhada editadas no “Mundo de Aventuras”, “Selecções”, entre outros. Publicou o seu primeiro
álbum de B.D., intitulado “ Giraldo-o-sem-pavor”em 1984. Durante a execução do segundo álbum que
não chegou a terminar, as suas pranchas retratavam aspectos muito detalhados da fauna e paisagens
que envolviam os personagens da história. Era o início da sua carreira como ilustrador e pintor
naturalista. Intensificou as suas saídas de campo, reproduzindo nos anos seguintes vários elementos
da nossa vida natural. Interrompendo a sua licenciatura em Belas Artes que iniciou em 1982, trabalhou
como ilustrador para o actual Instituto da Conservação da Natureza. Simultaneamente começa a
trabalhar com os Correios de Portugal e Tecnologia das Comunicações ilustrando diversos originais
filatélicos para Portugal; Madeira, Açores, Angola e Guiné-Bissau que se encontram divulgados em
diversos países. Abandona por nove anos as suas funções no ICN para se dedicar inteiramente á
pintura e ilustração. Em 1992 o conjunto de selos portugueses da sua autoria, alusivos á conferência
das Nações Unidas, ECO 92, é distinguido com o prémio internacional do mais belo selo dedicado ao
ambiente. Das várias instituições com que colaborou(a), destacam-se, Concelho da Europa, WWF
(World Wild Foundation), Parc Naturel des Ecrins, Birdlife International (EBCC- European Breeding
Birds), FAPAS (Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens) e recentemente, ANF (Artists for
Nature Foundation). Desenvolve por sua iniciativa várias acções de educação ambiental. Actualmente
para além de ilustrar, continua pintando cenas particulares da nossa fauna, onde procura transmitir
pelo realismo do seu trabalho o esplendor da natureza, infelizmente ainda ausente na consciência de
muitos nós.
_________________________________________________________________________________
EXPOSIÇÕES
1979
· Museu de Évora: Mostra colectiva no 1º Salão Primavera.
1980
· Museu de Évora: Mostra colectiva no 2º Salão Primavera.
· C. Cultural de S. Pedro do Corval: Exposição individual.
1981
· Museu de Évora: Exposição individual.
1985
· Museu de Évora: Mostra colectiva no 2º Festival de S. Lucas.
1986
· Sall-River - Bristol Community EUA: Mostra colectiva com colegas da ESBAL.
· Galeria do Grupo Pró-Évora: Exposição individual “Conjunto de Aves de Portugal”.
· Salão da Livraria Barata em Lisboa: Mostra colectiva de vários B. Desenhistas portugueses.
1988
· Galeria do Fórum Picoas de Lisboa: 1ª Exposição Colectiva da Galeria de Arte
1989
· Galeria do Fórum Picoas de Lisboa: Exposição individual “ Aves de Presa de Portugal”.
· Galeria Bararte em Arraiolos: Exposição individual.
· Museu de Elvas: Exposição individual.
1990
· Parc National des Ecrins em França: Mostra colectiva “Des Artistes de la Nature I”.
· Galeria Bararte em Arraiolos: Mostra colectiva.
· ICN - Loja do Ambiente: Exposição individual
1991
· Galeria do Hotel Sol Serra em Castelo de Vide: Exposição individual.
1992
· Parc National des Ecrins em França: Mostra Colectiva “ Des Artistes de la Nature ll “.
· Salão Nobre do Teatro G. de Res. em Évora: Exposição Individual.
1993
· Parc National des Ecrins em França: Mostra colectiva “ Des Artistes de la Nature III “.
· Galeria da Casa da Cultura de Mora: Mostra de originais filatélicos.
1994
· Galeria da Câmara M. De Viana do Alentejo: Mostra de originais filatélicos.
1995
· Galeria da Fundação das Comunicações: Mostra de originais Filatélicos junto de autores, como,
Stuart de Carvalhais,Maluda,Dordio Gomes, Júlio Resende, Almada Negreiros, etc.
· 1º Salão de Artes Plásticas ' O Alentejo Contra o Cancro': Mostra Colectiva.
1996
· Parque Ecológico de Monsanto, C.M. Lisboa: Exposição individual.
1997
· Parque Ecológico de Monsanto, C.M. Lisboa: Exposição individual “ Momentos I “.
1998
· EXPO’98: Exposição individual no espaço do ICN.
· Galeria de Expo. da Casa N. Da R. Burgos em Évora: Exposição individual “ Momentos II “.
· Parque Natural da Serra de S. Mamede em Portalegre, Castelo de Vide: Exposição individual “
Momentos II “ (repetição).
1999
· Galeria do Monte Alentejano em Montemor-o-novo: Exposição individual “ Momentos II “
(repetição).
· Parque Natural da Serra de S. Mamede em Marvão: Exposição individual “ Momentos II”
(repetição).
2000
· Parque Natural da Serra de S. Mamede em, Marvão e Castelo de Vide: Exposição individual.
2001
· Casa Museu Manuel Ribeiro de Pavia: Exposição colectiva com Helder Amaral sobre todas as
emissões filatélicas que já produziu.
· Parque Natural da Serra de S. Mamede em Portalegre, Marvão e Castelo de Vide: Exposição
colectiva com Helder Amaral sobre todas as emissões filatélicas que já produziu.
· Galeria da Casa de Cultura de Paredes: Exposição individual.
2002
· Quinta do Lago: Exposição colectiva junto de autores, como, Bruce Pearson, John Busby, etc.
2003
· Turf Club: Exposição individual.
· Fundação Portuguesa das Comunicações: 150 Anos do primeiro Selo Português, exposição de
vários autores filatélicos.
_________________________________________________________________________________
PUBLICAÇÕES
1982
· Agência Portuguesa de Revistas: Mundo de Aventuras, Selecções BD.
1985
· Editorial Futura: Álbum s/ Giraldo-o-sem-pavor.
1986
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves da Madeira.
1987
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves da Madeira.
1988
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves dos Açores.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ o Lince Ibérico para Portugal (WWF).
· WWF: Edição de sobrescritos postais s/ o Lince Ibérico.
· Edição s/ o Ano Europeu do Ambiente.
1989
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves dos Açores.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ peixes da Madeira.
1990
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves dos Açores (WWF).
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ frutos da Madeira 1ª série.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ flores de Angola.
· WWF: Edição de quatro sobrescritos postais s/ aves dos Açores.
· ICN: Edição do livro “ OS PATOS “.
1991
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves da Madeira (WWF).
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ frutos da Madeira 2ª série.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ ano europeu do Turismo
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ Aves da Guiné-Bissau.
· WWF : Edição de quatro sobrescritos postais s/ aves da Madeira.
1992
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ a ECO 92 (prémio internacional ASIAGO de Arte
Filatélica para o mais belo selo dedicado ao ambiente emitido no ano de 1992).
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ frutos da Madeira 3ª série.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ aves de Angola – ECO 92.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ raias de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ frutos da Guiné-Bissau.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ plantas ornamentais da Guiné-Bissau.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ protecção florestal na Guiné-Bissau.
1993
· Correios de Portugal: Emissão filatélica para a UPAEP.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ répteis da Guiné Bissau.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ plantas medicinais da Guiné-Bissau.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ plantas de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ moluscos de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ cogumelos de Angola.
· FAPAS: Colaboração na edição do 1º guia de Aves de Portugal (Capa e abertura).
1994
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ a falcoaria em Portugal.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ plantas medicinais de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ cogumelos de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ dinossauros de Angola.
· Tecnologia das Comunicações: Emissão filatélica s/ répteis da Guiné-Bissau.
· EXPO 98: Edição de brochura .
· CML- P.Ecológico de Monsanto: Várias edições para divulgação.
· FAPAS: Colaboração na edição do 1º guia de Fauna e Flora do litoral de Portugal (Capa).
· Parque Nacional da Peneda-Gerês: Edição do Atlas das aves do PNPG.
1995
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ o Ano da Conservação da Natureza.
· EXPO 98: Edição de brochura.
1996
· Correios de Portugal: Edição de um livro sobre todos os temas filatélicos que desenvolveu para a
conservação da natureza em Portugal.
· FAPAS: Colaboração na edição do 1º guia de árvores de Portugal.
1997
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ borboletas da Madeira.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ a toupeira-de-água (WWF).
· EBCC: Colabora na edição do livro: “ The European Breeding Birds “ (várias ilustrações).
· D. R. Do Ambiente dos Açores : Edição do guia das “ Aves Pelágicas dos Açores “.
· FAPAS: Colaboração na edição do 1º guia de Mamíferos de Portugal (capa).
1998
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ borboletas da Madeira.
· Direcção Regional do Ambiente-Alentejo: Edição de um guia sobre as “ Aves do Litoral
Alentejano“.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ peixes da Guiné-Bissau.
1999
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ dinossauros de Portugal.
· ABC 4: Divulgação.
2000
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves de Portugal, 1ª série.
· BIRDLIFE: Conservation series nº 10 (várias ilustrações).
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’
2001
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves de Portugal, 2ª série.
· AFINSA: Emissão filatélica s/ tartarugas da Guiné-Bissau.
· AFINSA: Emissão filatélica s/ aves da Guiné-Bissau.
· AFINSA: Emissão filatélica s/ o Hipópotamo da Guiné-Bissau.
· P.N. de Sintra-Cascais: Divulgação
· BIRDLIFE: Saving Europe's Most Threatened Birds (várias ilustrações),
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’.
2002
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves de Portugal, 3ª série.
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ a rôla da Madeira (WWF).
· Quinta do Lago: Na sequência do encontro organizado pela ANF (Artists for Nature Foundation), a
Quinta do Lago edita um livro no qual são divulgados os trabalhos que realizou junto de outros
pintores divulgando aspectos da vida natural.
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’.
2003
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves de Portugal, 4ª série.
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’.
2004
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ aves de Portugal, 5ª série.
· Correios de Portugal: Edição de um ‘Álbum de Selos’ que reúne todos os selos que fazem parte
das emissões sobre as ‘Aves de Portugal’.
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’.
● Eurest Portugal: Divulgação
2005
· Correios de Portugal: Emissão filatélica s/ protecção florestal (em desenvolvimento).
· FAPAS: Edição de várias ilustrações para uma campanha de sensibilização aos agricultores para a
conservação do Tartaranhão-Caçador.
· FAPAS: Colaboração na edição periódica ‘Tribuna da Natureza’.
____________________________________________________________________________
PRÉMIOS
1992
· O conjunto de selos portugueses alusivo à conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente e
Desenvolvimento – ECO 92, da autoria de José Projecto foi distinguido com o prémio internacional
ASIAGO de Arte Filatélica para o mais belo selo dedicado ao ambiente emitido no ano de 1992.
_________________________________________________________________________________
DESTINÇÕES
2005
● Medalha de prata de mérito municipal, atribuída pela Câmara Municipal de Évora como
reconhecimento pelo valor didáctico e cultural do seu trabalho.
_________________________________________________________________________________
PARTICIPAÇÕES, ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO
1996
· EB1 do Rossio de S. Brás – Évora.
2003
· Externato Infanta D. Maria – Èvora.
2004
· Philaiberia - Estremoz.
2005
· Escola Secundária da Rainha Santa Isabel - Estremoz.
____________________________________________________________________________
NOTAS
· O seu nome consta no Dicionário de Autores Portugueses de Banda Desenhada.
· É membro da associação Canadiana‘ Worldwide Nature Artists Group, international society’.
· É membro e colaborador da associação Portuguesa ‘FAPAS – Fundo Para a Protecção dos Animais
Selvagens’.
05.07.30

ENCONTRARTES


ENCONTRARTES( mostra arte surrealista - surrealist show )Estremoz, Alentejo, Portugal, European Union.Surrealist show from eight portuguese artists.
Mostra Surrealista de oito artistas plásticos portugueses
Carlos Godinho
Firmo Silva
Gustavo Fernandes
Luiz Morgadinho
Maria Pedro Olayo
Pedro Prata
Santiago Ribeiro
Victor Lages

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Isolino Vaz

Vida e Obra do Mestre Isolino Vaz
1922 – Nasce na Freg. Da Madalena (V. N. Gaia) em 23 de Abril
1930 – Frequenta a Escola Primária da Madalena (V. N. Gaia)
1935 – Frequenta a Esc. Ind. De Arte Aplicada de Faria Guimarães, Porto
1940 – Activ. Criativa na Emp. Electro-Cerâmica – Candal, V. N. Gaia
– Data do 1º retrato – exposto ao público em 1948
1943 – 2º Prémio José da Costa Meireles Rodrigues Júnior – ESBAP (Escola Superior de Belas Artes do Porto)
1944 – Ingressa na Escola Superior de Belas Artes do Porto
– 1º Prémio José da Costa Meireles Rodrigues Júnior – ESBAP Porto
1945 – 1º Prémio – Câmara Municipal de V. N. Gaia – Pensão Anual
1946 – 1º Prémio – Legado Ventura Terra – ESBAP – Porto
– Leilão de um quadro que atinge o valor de 900$00, a favor da Casa dos Miúdos, em Caldelas
– Prof. Da Escola Ind. De Arte Aplicada de Faria Guimarães, Porto
– Colecção de postais sobre temas típicos do Porto
1949 – Exp. Col. – 1º Salão de Artes Decorativas, promovido pela SNI (Secretariado Nacional de Informação)
1950 – Início da colaboração como Ilustrador da revista «O Tripeiro»
– Exp. Ind. – 2º Exposição de Retratos – Galeria Portugália, Porto
– Prof. Da Esc. Artes Decorativas Soares dos Reis, Porto
1951 – Prémio das «Três Artes» - ESBAP – Porto
1952 – Cinco Primeiros Prémios nos concursos da ESBAP
– Onze Segundos Prémios nos concursos da ESBAP
– Dois Terceiros Prémios nos concursos da ESBAP
– Ilustrador de uma col. De cartões de Boas Festas
– Prémio Rotary Club
1953 – Três Primeiros Prémios nos concursos da ESBAP
– Cinco Segundos Prémios nos concursos da ESBAP
– Dois Prémios nos concursos da ESBAP
– Exp. Col. – II Exp. Magna da ESBAP
– Prémio da ANBA (Academia Nacional de Belas Artes)
Barão de Castelo de Paiva
– Prémio das «Três Artes» - ESBAP
– Início da colaboração no Boletim dos «Amigos do Porto»
– Criação na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis do Prémio de Pintura «Isolino Vaz»
1954 – Dois Primeiros Prémios nos concursos da ESBAP
– Três Segundos Prémios nos concursos da ESBAP
– Ilustração da obra «Doutrina Cristã» – Catecismo Nacional – Vol. II – Secretariado Nacional de Catequese
– Prémio Marques de Oliveira – Desenho – Prémio Nacional do SNI (Secretariado Nacional de Informação)
– 2º Prémio da SNBA (Sociedade Nacional de Belas Artes) Desenho
– Exp. Col. – Escola Artes Decorativas Soares dos Reis - Porto
– Painel «Assunção da Virgem» na Igreja de Pinhovêlo, Macedo de Cavaleiros – Inaugurada a 19/04/54 pelo Bispo de Bragança
– Exp. Col. – X Exp. De Arte Contemporanea dos Artistas do Norte – SNI – Porto
– Exp. Col. – Exp. De arte Moderna – Lisboa
– Exp. Col. – Salão de Inverno – SNBA – Lisboa
– Exp. Col. – Salão Nobre do Teatro S. João – Porto
– Prémio Rodrigues Soares – Pintura – ESBAP
– Exp. Col. – III Exp. Magna – ESBAP
– Exp. Col. – Academia Dominguez Alvarez – Porto
1955 – Orientação da Visita de Estudo da Esc. Artes Dec. Soares dos Reis à Casa Forte da Biblioteca Pública Municipal do Porto
– Visita de Estudo da Esc. De Artes Decorativas Soares dos Reis ao Museu Nacional Soares dos Reis
– Exp. Col. – IV Exp. Magna – ESBAP
– Exp. Col. – Salão Primavera – SNBA – Lisboa
– Exp. Col. – IV Congresso nacional de Pesca – Exp. Iconográfica das Pescas – Lisboa
– Exp. Col. – XI Exp. De Arte Contemporanea Artistas do Norte – SNI – Porto
– Visita de Estudo da Esc. Ind. Artes Aplicadas F. Guimarães ao Atelier do Mestre A. Lino
– Ilustração do Livro de Aurora Jardim «Prendendo a Vida»
– Exp. Col. – Salão de Março – SNBA – Lisboa
– 1º Prémio da ESBAP
– Prémio José Malhoa – SNBA – Visitas à Holanda, Bélgica, França e Espanha
– Palestra na ESBAP - «Impressões de viagem»
– Ilustração da obra «Doutrina Cristã» - Catecismo Nacional – Vol. III – Secretariado Nacional de Catequese
– Júri de admissão e classificação do 2º Salão de Arte Fotográfica – Porto
1956 – Ilustração da obra «Doutrina Cristã» - Catecismo Nacional – Vol. IV – Secretariado Nacional de Catequese
– Exp. Col. – Exp. Da Vida e da Arte Portuguesa – Lourenço Marques (Maputo) - Moçambique
– Exp. Col. – Salão de Primavera – SNBA - Lisboa
– Início da colaboração como Ilustrador da revista Lusíada
– Conferência «Panorama de Arte» na Esc. Ind. Com. Gaia
– Ilustração do Livro «Memórias da Minha Infância» de Amélia Vilar
– Exp. Col. – V Exp. Magna - ESBAP
– Ilustração e colaboração nas revistas da Associação Fotográfica do Porto
– Exp. Ind. – Ateneu Comercial do Porto
– Viagem de estudo a Espanha e França
– Tese de Pintura «Emigrantes» - Obtém a mais elevada nota de curso – 19 Valores
– 1º Prémio ESBAP para tese
– Conferência na Esc. Ind. e Com. Vila Nova de Gaia «Impressões de Arte»
– Palestra na Radiodifusão Francesa sobre Arte Moderna
– Orientador da Visita de Estudo da Esc. Ind. e Com. V. N. de Gaia e da ESBAP a Aveiro
1957 – Exp. Col. – Exp. De Cerâmica da Esc. Ind. Com. V. N. Gaia
– Orientação de uma Visita de Estudo da Esc. Ind. de Gaia ao Museu Soares dos Reis - Porto
– 3º Prémio de Pintura a Óleo da SNBA - Lisboa
– Oferta do Retrato do Pintor Henrique Medina à Casa-Museu Teixeira Lopes – V. N. Gaia
– Exp. Col. – 1º Exposição – Pórtico – de Gravura Portuguesa Contemporânea
– Convidado pela Fundação da Casa de Bragança a visitar Vila Viçosa
– Exp. Col. – XII Exp. De Arte Contemporânea dos Artistas do Norte - Porto
– Convidado a pintar um Painel a Fresco (com 14m²) no Palácio da Justiça do Porto
– Exp. Col. – salão primavera – SNBA - Lisboa
– Ilustrador do Boletim do C.A.T. dos Emp. Do B.B.I.
– Execução do desenho a nanquim das Armas-de-Fé de D. Francisco Maria da Silva – Bispo Eleito Auxiliar de Braga
– Exp. Col. – V Exp. De Cerâmica Moderna – SNI - Lisboa
– Exp. Col. – Exp. De Gravura Portuguesa Contemporânea
1958 – Mostra de Desenhos e Aguarelas na Associação Fotográfica do Porto
– Aquisição de uma cerâmica pelo Estudo
– Exp. Col. – Integrado na Representação Nacional de Cerâmica na Exp. Internacional 1958 da Academia Internacional de Cerâmica
– Visita de Estudo a França, Dinamarca, Suíça, Alemanha, Bélgica
– Ilustração do Catálogo Geral da Livraria Simões - Porto
– Ilustração de algumas obras sobre automóveis de Fernando Amaral
– Ilustração da capa do Livro «Querida», de Amélia Vilar
– Exp. Col. – 1º Exp. De Arte Contemporânea, de Matosinhos
– Exp. Col. – XXI Salão de Inverno – SNBA - Lisboa
– Orientador da Secção Cultural para a Juventude, de orientação pedagógica, do Clube dos Fenianos Portuenses
– Exp. A Dois – galeria do Diário de Notícias - Lisboa
– RTP – Programa «Galeria de Arte».
– Júri de belas Artes no Dia das Colectividades – Feira Popular – Porto
– Exp. Col. – I Exposição de Pintura a Óleo de Vila Real
– Orientação de uma Visita de Estudo às instalações das Minas do Pejão, organ. Pelo Clube Feniano Portuense
– Exp. Col. – Salão de Primavera – soc. Nac. Belas Artes - Lisboa
– Início da colaboração como Ilustrador do Almanaque Ilustrado de Fafe
– Exp. Col. – XIII Exposição de Arte Contemporânea dos Artistas do Norte, organizada pelo SNI
– Palestra no Clube Feniano Portuense
– Início da colaboração como Ilustrador da revista «O Pejão»
– Recebe o diploma de sócio honorário e de dedicação da Federação das Colectividades do distrito do Porto
– Início da colaboração como Ilustrador da revista «Lá Vamos»
1959 – Exp. Col. – I Salão de Artes Plásticas para Mineiros - «A Arte e a mina» - Pejão
– Direcção artística e colaboração na obra «Janelas Portuguesas»
– Prefácio do catálogo da Exp. de Pintura de Guima
– Júri de classificação de concurso artístico organizado pelo SNI
– Fresco - «Fundação do tribunal do Comércio» - Palácio da Justiça - Porto
– Ilustração da capa e do livro «Elegia Mais Longa» de Alberto Uva
– Restauro artístico da Igreja de Santo António dos Congregados, Porto
– Prefácio e caricaturas em catálogo dos expositores Jaime Palmela, Udo Kösle e Alberto Guimarães
– Ilustração das obras discográficas «Ferreira de Castro», «Aquilino Ribeiro» e «Natal»
– Início da colaboração como Ilustrador da revista «Oliva»
1960 – Exp. Col. – Exposição Comemorativa do V Centenário do Infante D. Henrique – Escola de Artes Decorativas de Soares dos Reis – Porto
– Restauro Artístico da Igreja de Valadares, Vila Nova de Gaia
– Consta na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, nos volumes números 34 e40
– Prefácio do catálogo da Exp. Col. Do Centro Ramalho Ortigão
– Orientação de uma Visita de Estudo dos alunos do Centro Ramalho Ortigão e Aveiro
– Colaboração na Tese de Mário Silva, vencedora do Prémio Nacional de Cerâmica
1961 – Exp. Ind. – Retratos – Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto
– Orientação da Visita Cultural à Casa-Museu Teixeira Lopes, em Vila Nova de Gaia
– Criação do Mensário de iniciação cultural «O Meu Amigo» de que foi editor desde a sua fundação até 1963
– Ilustração da capa e do livro «Aguarela Verde» de Amélia Vilar
1962 – Orientação da Visita de Estudo que alunos do «Centro Ramalho Ortigão», Escola Industrial de V. N. Gaia e de Artes decorativas Soares dos Reis efectuaram à Casa-Oficina Oliveira Ferreira, V. N. Gaia
– Ilustração da capa e do Prefácio do catálogo da Exp. de Cerâmica, de Mário Silva
– Ilustração do rótulo dos Vinhos «Casa da Carreira Alta»
1963 – Ilustração de uma colecção de cartões de Boas Festas, e da obra discográfica «Fátima» - Cânticos
– Orientação de uma Visita de Estudo organizada pelo Jornal «O Meu Amigo» à Casa-Museu Teixeira Lopes
– Caricaturas dos finalistas do Colégio Internato dos Carvalhos, V. N. Gaia
– Ilustração da capa do livro de poemas «Bailado de Sombras», de Morenito Rebelo
– Convidado pelo SNI para o V Salão dos Novíssimos, recusa e afirma ter abandonado de vez os concursos, em virtude de ter sido recusado pelo Júri da II Exposição Gulbenkian, que integrava o arq.º Carlos Ramos e o esc. Barata Feyo, tendo sido alegado falta de qualidade do quadro apresentando (Miguel Torga)
1964 – Orientação de uma Visita de Estudo da Associação de Cegos à Casa-Oficina Oliveira Ferreira, em Miramar, patrocinada pelo jornal «O Meu Amigo»
– Guima dedica-lhe a sua Exposição de Pintura realizada no Palácio do Comércio - Luanda
– Júri do Concurso Fotográfico «O Romântico e o seu Ambiente», organizado pelo Ateneu Comercial do Porto em colaboração com a Associação Fotográfica
– Início da colaboração como Ilustrador no «Jornal Feminino»
– Orientador da Visita de Estudo promovida pela Ass. Cultural Amigos do Porto à Casa-Oficina do escultor Oliveira Ferreira transmitida pela RTP
1965 – Ilustração do Livro «Florbela Espanca» de Maria Alexandrina
– Ilustração de uma colecção de postai alusivos ao Porto
1966 – Exp. Colo. – Exposição dos Prémios do Secretariado Nacional de Informação - Lisboa
– Entrega de Diploma e Medalha, pelo Dr. Alberto Uva, em sessão no Ateneu Comercial do Porto
– Integrou a Comissão Organizadora da Exposição Colactiva de Artistas Angolanos «A Arte de um Povo de Angola – Quio-cos de Lunda», casa do Infante - Porto
– Orientação da Visita de Estudo Associação de Cegos do Norte à Exposição de Artistas Angolanos
– Ilustração do livro «A Minha Antologia», de Amélia Vilar
1967 – Exp. a Dois – Exposição no Ateneu Comercial do Porto
– Membro da Direcção e Redacção do Boletim Cultural de Gaia, do Grupo dos Amigos do Mosteiro da Serra do Pilar, Vila Nova de Gaia
– Palestra no Instituto Cultural do Porto: «Como Criticar a Obra de Arte».
– Madalha comemorativa do 90.º Aniversário dos Bombeiros Voluntários do Porto
– Dez vitrais para a Igraja de santo Ildefonso – Porto
1968 – Organização da 2.ª Exposição de Pintura do Clube dos Fenianos Portuenses - Porto
– Execução duma ilustração para os caminhos de Ferro Portugueses: «Estação de Campanhã»
– Palestra no Clube dos Fenianos Portuenses, no âmbito da 2.ª Exposição de Pintura
1969 – Exp. Col. – I Exposição de Antiquários - Porto
– Oferta de um quadro ao Orfeão da Madalena, V. N. Gaia
– Ilustração e Colaboração no catálogo da I Exposição de Antiquários - Porto
– Exp. Ind. – Auto-Retratos – no Orfeão de Valadares, Vila Nova de Gaia
– Ilustração da «História de Portugal» para a 4ª classe, Edições Despertar
– Conferência sobre Arte, no Orfeão de Valadares, Vila Nova de Gaia, no âmbito da Exp. de Auto-Retratos
1970 – Início da colaboração como Ilustrador da revista «Portugal D’Aquèm e D’Além Mar»
– Execução de uma tela e óleo (cortina), destinada ao Altar-Mor da Igreja Paroquial do Louro - Famalicão
– Escultura de uma figura de Cristo para a capela Nova da Madalena, V. N. Gaia
1971 – Desenho de nove selos para o Paraguai: Adesão às Olimpiadas de Munique 1972
1972 – Ilustração e direcção gráfica da obra de Rufino Ribeiro «Camilo e a Tragédia dos seus Olhos»
– Medalha «Salvemos o Mundo» - contra a poluição – Valadares, V. N. Gaia
1973 – Exp. Ind. – Orfeão da Madalena, V. N. Gaia
– Colóquio sobre Arte, no Orfeão da Madalena - Gaia
– Medalha comemorativa do 25º Aniversário da Cooperativa «Lar Económico»
– Exp. Col. - «O Ensino de Belas Artes» - Património da ESBAP – Porto
1974 – Na pista de cinza do Estádio das Antas, Porto, corre 16 km contra o tabaco, a droga, o álcool e a vida sedentária
– Prefácio do catálogo de Exposição da Pintora Manuela Coutinho, no Monumental Casino da Póvoa
– Ilustração dos livros de leitura para a 1ª classe – Lello, S.A.R.L., de Luanda
– Exp. Col. – Exposição de Outono «Nova Fase» - Galeria Arte Nova - Porto
– Postal e Cartaz «48 Anos – Fascismo, Miséria e Terror»
– Medalha comemorativa do 25 de Abril
– Exp. Ind. – Galeria Arte Nova - Porto
– Aquisição de um Auto-Retrato pelo Museu Nacional de Soares dos Reis - Porto
1975 – Medalha comemorativa do Centenário dos Caminhos de Ferro
– Motivos de carácter pedagógico levam Isolino Vaz a correr 20 km no Estádio do Benfica - Lisboa
– Medalha comemorativa do Centenário dos Bombeiros Voluntários do Porto
– Capa e prefácio do catálogo da Exposição de Manuela Coutinho, na Galeria Primeiro de Janeiro
– Medalha comemorativa do I Aniversário do 25 de Abril, «Povo»
– Seleccionado pelo Centro de Arte Contemporânea do Norte, na sequência do Levantamento da Arte Moderna do século XX
– Medalha alusiva ao cinquentenário da Liga Portuguesa de Profilaxia Social
– Orador numa sessão de esclarecimento político e candidato à Assembleia Constituinte
– Medalha comemorativa do centenário da Igreja Paroquial de Valadares, V. N. Gaia
– Membro da Comissão Executiva do I Centenário da Igreja de Valadares
1976 – Colaboração como Ilustrador no Boletim da Associação Cultural «Amigos de Gaia», desde a sua fundação
– Corrida no Estádio das antas, Porto: 25 km de alerta à Juventude contra os vícios da sociedade moderna
– Orientador de Visita Guiada à Casa-Museu Teixeira Lopes
– Ilustração da Revista Idealeda
1977 – Exp. Ind. – Casa-Museu Teixeira Lopes, V. N. Gaia, organizada pela Associação Cultural «Amigos de Gaia» e patrocinada pela Câmara Municipal de V. N. Gaia, em homenagem Mestre
– Encerramento da Exposição Casa-Museu Teixeira Lopes com uma palestra do dr. Alberto Uva sobre a vida e obra de Isolino Vaz, e a projecção de uma curta-metragem sobre uma obra de pintor
– I Légua Convívio, e mini-Maratona na Escola Secundária dos Carvalhos
1978 – O Pintor oferece um quadro ao Primeiro de Janeiro, cujo tema é o fim do «Apartheid»
– Medalha comemorativa da inauguração do novo quartel dos Bombeiros Voluntários de Valadares
– Consta no Dicionário Bibliográfico «Artistas Portugueses do século XX», de Michael Tannock, Londres
– Ilustração da capa do catálogo e do cartaz da Exposição de Arte Religiosa do concelho de Gaia – Museu Teixeira Lopes
– Integra Leilão organizado pela «Leiloeira Invicta, Lda.», Porto
– Corrida de 25 km na Escola Secundária dos Carvalhos
– Retrato de Bento de Jesus Caraça, posteriormente reproduzidos 1250 exemplares comemorativos do 30º Aniversário da morte do ilustrado
1979 – Exp. Col. – Escola secundária dos Carvalhos
– Criação de cinco azulejos para os «Amigos de Gaia»
– Ilustração para o IX Congresso da Esc. De Pais Nacional
1980 – Exp. Ind. – Escola Secundária dos Carvalhos
– Medalha comemorativa do cinquentenário de «O Comércio de Gaia»
– Ilustração para o Encontro Nacional de Andebol - Iniciados
– Uma prova desportiva de 30 km é efectuada na Escola Preparatória de Valadares
1981 – Aos 59 anos Isolino Vaz corre a Maratona
– Exp. Col. – Leilão de obras de Arte da Associação dos Amigos de Ferreira de Castro - Porto
– Exp. Col. – Campanha de solidariedade com as vítimas da seca na República Popular de Moçambique – Cooperativa Árvore – Porto
– Mostra de obras de Mestre Isolino Vaz no dia Cultural da Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira
– Oferta de um quadro de Camilo à Casa-Museu Eugénio Moreira
– Edição de postais, promovida pela Esc. Sec. De Valadares, a partir de um painel com 3m x 1,20 m da autoria do Mestre
1982 – Ilustração para o centro de Dia da 3ª Idade – torne – V. N. Gaia
– Meia Maratona na Esc. Prep. De Valadares
– Medalha Comemorativa do centenário da associação Vilanovense do socorro Mútuo – V. N. Gaia
– Exp. Ind. – Mostra na Escola Prep. Soares dos Reis V. N. Gaia
– Debate sobre a Arte na Escola Prep. Soares dos Reis V. N. Gaia
– Exp. Col. - «O Retrato» alusivo a Diogo de Macedo e António Teixeira Lopes – V. N. Gaia
1983 – Medalha Comemorativa do 50º Aniversário da Biblioteca Pública Municipal e da Casa- Museu Teixeira Lopes – V. N. gaia
– 24 Horas de Valadares – Semana Cultural
– Exp. Col. – Lelão de Obras de Arte da associação dos amigos de Ferreira de Castro – Porto (Clube Fenianos Portuenses)
– Armas-de-Fé de D. José Augusto Pedreira – Ordenação Episcopal
– Exp. Col. – 1ª Exp. Col. Dos Artistas de Gaia – Casa-Museu Teixeira Lopes – V. N. Gaia
– Vitrais da igreja do Monte da Virgem – V. N. Gaia
1984 – Colaborador na «2ª Semana Aberta» integrada nas comemorações do 1º Centenário da Esc. Com. Infante D. Henriques, Porto
– Exp. Col. – Centro Cívico do Clube dos Fenianos Portuenses, prefácio do catálogo pelo Pintor. 350 reproduções do quadro «Beethoven», pelo Centro Cívico
– Exp. Col. - «O Retrato» - Artistas de Gaia – Casa-Museu Teixeira Lopes – V. N. Gaia
– Apresentação do Pintor Guima no Catálogo da exposição deste na Galeria Gilde
– Exp. Col. – 1º salão de Artes Plásticas de V. N. Gaia – rotary Club de V. N. Gaia
– Oferta de um quadro a carvão em tamanho natural do dr. Alberto Sousa Uva, ao ateneu Comercial do porto, datado de 1961

1985 – Exp. Ind. – Esc. Sec. De Vladares – V. N. Gaia
1986 – Prof. De Arte e design na Esc. Sec. Marquês de Pombal
– Medalha comemorativa do centenário da Esc. Sec. Marquês de Pombal, Lisboa, criação de postal e cartaz
– Exp. Ind. – Esc. Sec. Marquês de Pombal - Lisboa
– Exp. Col. – I Exp. de Poemas Ilustrados – AEG – Biblioteca Municipal de V. N. Gaia
1987 – Exp. Ind. – 3rd International symposium on Haemorheology, Sintra
– Exp. Col. – Comemorações do 75º Aniversário da Universidade do Porto, Museu Soares dos reis – Portam – Património da ESBAP e da Faculdade de arquitectura da Universidade do Porto – Emigrantes, 200x150 cm
– Exo. Ind. – Esc. Sec. Marquês de Pombal – 12 ilustrações à pena dos «Contos Serranos» do Dr. João Isabel, Lisboa
– Corrida contra o fumo – Esc. Sec. Marquês de Pombal, Lisboa
– Ilustração do livro de Jerónimo Augusto «O cão da Serra da Estrela»
– III Corrida do Desejo – 24 Horas da Marquês – escola Sec. Marquês de Pombal. Criação de cartaz.
1988 – Medalha para a UNESCO
– Edição de colecção de postais a partir das ilustrações para o livro do Dr. João Isabel
– Vitrais da Câmara Municipal de Manteigas
– 2º Prémio no Salão Nac. De Caricatura de Porto de Mós
– Ilustração do Livro do Dr. João Isabel - «Contos Serranos» - Edição da Câmara Municipal de Manteigas
– Voltas à Marquês contra o Tabaco (1000x60 voltas) – aos 67 anos de idade - Lisboa
– Exp. Ind. – Esc. Sec. Marquês de Pombal - Lisboa
– 1º Prémio de caricatura sobre Camilo Castelo Branco, da Camâra Municipal de Vila Real
– Exp. Col. – Instituto Franco Portugues, com caricaturas de Siné e desenhos dos premiados nos dois Salões nacionais de Caricatura
– Entrevista na R.T.P. sobre o 1º Prémio de Caricatura

1989 – Exp. Col. – Diálogo com a Arte – Museu Leopoldo Battistini e Exc. Sec. Marquês de Pombal – Lisboa, patrocinada pela Dr.ª Maria Barroso, C. G. D. e B. P. A.
– A prova anual de corta mato da Escola Sec. Marquês de Pombal passa a designar-se «Grande Prémio Isolino Vaz»
– Exp. Col. – Da colecção de Obras de Arte do Pintor Rufino Ribeiro – Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra
1990 – Corrida dos 16 km contra o Tabaco - Lisboa
– Organização e orientação de Visitas de Estudo da Escola Secundária Marquês de Pombal à Casa da Moeda, Jardim Zoológico e Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
– Organização de Visita de Estudo da Esc. Sec. Marquês de Pombal a Paris

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

UM PUNHADO DE SOMBRAS de Paulo Themudo

O autor, Paulo Themudo, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Um Punhado de Sombras” a ter lugar no Ateneu Comercial do Porto, sito na Rua Passos Manuel, 44, Porto, no próximo dia 17 de Outubro, pelas 16h00.

A apresentação da obra estará a cargo do escritor António M. Oliveira.
A sessão contará com a leitura de poemas pelo Mestre de pintura Ângelo Vaz, com acompanhamento musical de Ana João.

sábado, 10 de outubro de 2009

DITOS de RICARDO PASSOS


"(...) Portugal tem uma longa tradição de ditos e provérbios populares. Passos não é indiferente a esta realidade, abordando-a com ironia e humor, transportando os provérbios para os seus significados literais, despindo-os das suas metáforas originais, mas carregando-os de novos significados.
“A cara de um é o focinho do outro”, por exemplo, mostra-nos, de um modo cortante, o ridículo da expressão em que um focinho de porco toma o lugar de um nariz. Deste modo, recorrendo ao absurdo, o artista questiona e leva-nos a questionar a validade dos provérbios populares.A coerência visual é tão importante como a coerência conceptual no trabalho de Ricardo Passos. Nesta exposição apercebemo-nos da ironia, do humor e da crítica social que caracterizam todo o seu trabalho."

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

PEACE AND LOVE DE SARA TILLO


No próximo dia 16 de Outubro de 2009, pelas 21h30, a Galeria 74 inaugura uma exposição individual de pintura de Sara Tillo, denominada ‘Peace and Love’.

“Nestes tempos que correm, quero ajudar o ser humano a ultrapassar as dificuldades que enfrenta.O mundo está um caos e os valores perdem-se.A natureza, os animais, o planeta, a família e os amigos precisam de nós... não os podemos desiludir.”


Sara TilloOn the October, 16, at 21h30, the 74 Gallery opens a solo exhibition of Sara Tillo, called 'Peace and Love'. "In times like these, I want to help the human being to overcome the difficulties it faces. The world is a chaos and the values are lost. The nature, the animals, the planet, the family and friends need us ... We cannot disappoint them." Sara Tillo ‘Peace and Love’ estará patente até ao dia 30/10/2009Horário: Terça a Sábado, 15h00 – 19h00'Peace and Love' will be open until 30/10/2009 Tuesday to Saturday, 15h00 - 19h00

Galeria 74Rua de Vilar, 744050 Porto

AINDA AS MENINAS DE FERROL

A MENINA DE CHUCA

Ferrol, 5 de septiembre de 2009. Cerca de cuarenta pintores vienen al barrio de Canido de Ferrol un año mas para pintar su versión de las Meninas.
También este año el tiempo lució expléndido para permitir el disfrute de la jornada festiva. Tanto los artistas como el público gozó de un buen día que permitió la realización de las distintas versiones de las Meninas. Los artistas participantes, Adriana Fernández Acebo, Ana Ferreiroa, Antonieta, Blanca López Moreno, Carmen Soto, Casarroja, Chelo Facal, Fernando Marta, Fernando Ocampo, Francisco José, Gascón, Irune Michelena, JA, Juan Cebral, Juan López, Julia Izquierdo, Ladislau De La Regueira, Ma. Xosé Díaz, Manoli Miraz, Manuel López, Manuela Castro, María Martín Carmona, María Martínez, María Porto, Maribel Garrote, Martina Moreira, Novás, Pablo Limorte y Javi Bermudez, Pilar Azpeitia, Pilar Grandal, Pipo Romero, Raquel Lagares y Yolanda Castaño, Rocio Díaz, Rosa Fernández Salanova y Sara Garrote (Chuca) fueron plasmando en las paredes del barrio su interpretación de los personajes del cuadro de Velázquez.Las calles Alonso López, Insua, Estrella, Miramar, Muiño do Vento y Poeta Pérez Parallé fueron escenario de la recreación libre de las Meninas. La música de antón Varela, Berros de Castro, Roger de Flor, Al Vila, Alberto Pérez, la danza de Cristina Montero, la proyección de cortos de Rubén Coca animaron la jornada. El Alcalde de Ferrol Vicente Irisarri y la Concejala de Cultura, Mercedes Carbajales acompañaron a Eduardo Hermida, organizador un año más de este evento que trata de dar una imagen mejor de este barrio, al tiempo que llama la atención a las administraciones para que se impliquen en su rehabilitación.

ASSOCIAÇÃO DE ARTISTAS DA CORUNHA CELEBRA 75.º ANIVERSÁRIO


Miguel Zelada Jurado, actual presidente de la Asociación
presentando el acto de apertura de la Exposición



Fotografía de los Socios Fundadores de la Asociación de Artistas de Coruña:de pie, de izquierda a derecha, Ricardo Camino, Jesús Iglesias, Marino Yzquierdo y Vives, Isolino Seoane Díaz, José Seijo Rubio, Ramiro Díaz Valiño, Luis Taboada, Jesús Bendaña, Indalecio Díaz Valiño, Riveiro y Jesús Fernández. Sentados Fernando Cortés Bujía, Lolita Díaz Valiño, María Corredoyra y Ruiz de Baro, Rafael González del Villar y Ramón Torrado



Javier Losada, Alcalde de A Coruña, alaba la labor de la

Asociación durante estos últimos 75 años



María Xosé Bravo, concejala de Cultura,

presenta el acto de inauguración de la exposición



La Asociacion de Artistas de A Coruña

celebra su 75 aniversario


Con motivo de cumplirse los 75 años de lafundación de la Asociación de Artistas de A Coruña, y en colaboración con el Ayuntamiento de la ciudad herculina, se celebra una exposición en el Palacio Municipal de María Pita.El Alcalde de la Ciudad, Javier Losada, la Concejala de Cultura, María Xosé Bravo y Miguel Zelada Jurado, actual presidente de la Asociación presentaron el acto de apertura de la Exposición.La muestra, formada una veintena de óleos, algunas acuarelas, dibujos y tres esculturas, obras que fueron realizadas en su momento por distintos presidentes de la entidad cultural, está complementada por una serie de documentos, que marcan la trayectoria de la Asociación, fundada en 1934 por un grupo de artistas.

ALBERTO D'ASSUMPÇÃO E O "3.º PARADIGMA"

ALBERTO D'ASSUMPÇÃO juntamente com alguns artistas internacionais (Adrian Bayreuther - Alemanha, Constantin Severin - Roménia, Izabella Pavlushko - Azerbeijão, Olga Dmytrenko - USA e Philippe Nault - Canadá) forma o grupo "3º Paradigma", que brevemente exporá no Porto

"I Put a Spell On You", de Ana Borralho & João Galante




quinta-feira, 8 de outubro de 2009

DO MAR À TERRA - ANTÓNIO MARIA

ANTÓNIO MARIA

VAI FAZER MAIS UMA EXPOSIÇÃO , DESTA FEITA COM O TEMA

"DO MAR À TERRA"

EM ÉVORA

NO SÁBADO, 24 DE OUTUBRO,

NA GALERIA

"HÁ ARTE NO GIRALDO"

FLUXOS NA CASA DA ESQUINA




Fluxos
Associação Cultural Itinerários Contemporâneos

Na centralidade da reflexão do projecto Fluxos está a mutabilidade, as constantes mutações que um lugar e os seus habitantes, como a Figueira da Foz, por exemplo, sujeito à atracção turística relacionada com a sazonalidade do veraneio, sofrem de forma cíclica. A cidade enche e esvazia, como um corpo que inspira e expira, no fluxo e refluxo de gente. Num tempo está hipertrofiada, vivaz, eufórica, noutro tempo retoma uma quietação e serenidade basais.

As transmutações consequência desses fluxos sazonais reproduzem-se no ambiente ecológico do lugar e áreas circundantes, na matriz arquitectural pública, no arranjo e disposição do espaço privado, na organização social e económica, nas relações de trabalho e de lazer e nas actividades humanas desenvolvidas. A cidade e o indivíduo adaptaram-se num equilíbrio instável entre dois tempos, entre dois espaços opostos e complementares. A cidade está ora subdimensionada, é pequena, claustrofóbica e insuficiente, ora sobredimensionada, excessiva na envolvência do indivíduo.

A reproduzir assim uma constante mutabilidade, uma das obras, adaptada (site specific ) à especificidade do espaço de exposição, surgirá da participação de oito dos artistas intervenientes. Será um conjunto de intervenções sobre papel, individualizadas, realizadas de modo encadeado durante o período de tempo que decorre até ao início da exposição. Cada uma apenas se inicia após a conclusão da precedente, retomando, à semelhança do cadavre exquis surrealista, as pistas por ela sugeridas, e cada artista que conclui a sua intervenção designa, de entre os outros oito, aquele que melhor poderá decifrar essas pistas e continuar a intervenção seguinte. Num total de 16 intervenções, a obra fará sempre um retorno a cada um dos participantes – fluxo e refluxo – confrontando-o com as opções previamente tomadas e as consequências resultantes. Durante a exposição, recobrirá de modo exacto 16 portas individuais alinhadas ao longo de uma parede, separadas por uma fina fresta de espaço escuro e vazio, afirmando simultaneamente o individual e o colectivo, a mudança e o retorno cíclico aos mesmos lugares.


Nas restantes obras os artistas trabalham sobre vários suportes, incluindo a pintura, o desenho, a fotografia, o vídeo e a instalação propondo a reflexão sobre os vários aspectos que caracterizam este vai e vêm sazonal, suas causas e consequências.

Artistas participantes:
António Azenha, Jorge Simões, José Higino, José Pedro Reis, José Vieira, Pato, Paulo Corte Real e Tatiana Santos

IC ZERO APRESENTA
FLUXOS
Exposição patente na Casa da Esquina
10 Outubro a 8 Novembro 09
Rua Aires Campos nº6. Coimbra
http://www.nacasadaesquina.blogspot.com/

Horário:
Segunda a Sexta: das 17.00 às 19.00Sextas e Sábados: 22.00 às 24.00

Informações:
iczeros@gmail.org
tlm: 912206230

Minha lista de blogs

Marcadores

Pesquisar este blog

Seguidores